Press "Enter" to skip to content

ResPublica

Os últimos anos têm sido marcados por uma crescente crispação do debate político.
Informação, desinformação, fake news e redes sociais têm contribuído, cada um de sua forma, para aumentar os discursos agressivos e fáceis do “nós contra eles”, transformando simples debates de ideias em guerras tribais.

O povo deseja manifestar-se e ser ouvido.
Aproveita todas as plataformas ao seu dispôr para, aparentemente, extravazar as suas mágoas e frustrações. Nem sempre da melhor forma, nem sempre com as melhores intenções, e cada vez sendo mais difícil distinguir entre a pessoa e a personagem criada com o simples fim de agitar. As emoções, fobias e preconceitos, de parte a parte, vêm geralmente ao de cima e qualquer fórum digital se transforma rapidamente numa arena de insultos. Esse tipo de situação apenas interessa aqueles que desejam que a nossa democracia seja cada vez mais fraca e mais passiva.

De outro lado, nem sempre ouvimos uma grande diversidade de vozes políticas e contam-se pelos dedos aqueles com que somos diariamente

É necessário, voltar a centrar o debate naquilo que é essencial (o bem comum) e na racionalidade.
É necessário dar voz e palavra a diversas visões e experiências de vida, respeitando a diversidade de opinião e de maneiras de ver e de viver o mundo.
É necessário então criar um espaço, uma plataforma, onde essas divergências se possam exprimir e conviver sadávelmente.

Assim nasce este humilde site, com o fim de ser um blog de opiniões diversas, de actores da nossa vida política nacional e internacional. Vamos tentar ser um espaço que contribuí de forma construtiva para a solidificação da democracia, do debate e da informação.

Portugal, Europa e Mundo, da porta da nossa casa à porta da Casa Branca. ResPublica.

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *